27.12.06

O ANO QUE TERMINA

Com o ano que termina,
vão embora um pouco de nossos sonhos,
um pouco de nossos desejos e frustrações.

Com o ano que termina,
encerra um pouco nossas ilusões e
ficamos, assim meio que no vazio.

Com o ano que termina,
sedimentada está a certeza
de que nem tudo que era quase certo,
era tão verdadeiro assim.

Com o ano que termina,
ficaram também a certeza
das fragilidades dos poderosos do futebol,
das incoerências nos votos do povo
que reelegeram os seus mandatários,
mesmo sabendo da suja corrupção,
na qual estão envolvidos.

Com o ano que termina,
fica escancarada a fragilidade dos aeroportos,
das aerovias, que sobre nossas cabeças
rasgam os céus e decaptam vidas.

Com o ano que termina,
finalizada está a mensagem de
que teremos que ter muita fé e
coragem para colhermos os frutos
das sementes que plantamos agora.

22.12.06

A Falência do NATAL

A Falência do Natal
Se dar a cada passo dirigido ao consumo doentio,
a cada anulação da natureza infantil,
a cada gesto imoral na política e na mídia.

A Falência do Natal
se dar quando esquecemos do próximo,
brigamos em família e desprezamos
a oração do dia e a divisão do pão.

A Falência do Natal
acontece quando endurecemos o coração
e o nosso amor desfalece
e nos deixa prisioneiro do mal.

A Falência do Natal
é um castigo ao nosso egoismo,
à ganância do estado,
a irresponsabilidade instituida,
o culto a morte e indiferença a vida e
a crueldade capital.

A Falência do Natal
é esta permanência sem fim da violência,
o desprezo ao amor, esta fome que não cessa
e esta sêde interminável dos povos miseráveis
que clamam piedade e misericórdia
para suas vidas de resignação e dor.

15.12.06

Feliz Natal de Verdade

Deseje a todos um Feliz Natal,
de peito aberto, coração aberto
e de olhos nos olhos.

Deseje um Feliz Natal de Fé, verdade e esperança!
Deseje... Apesar do cinismo dos políticos, da falta de amor,
do abandono das crianças, dos idosos e dos deficientes;
e sobretudo, apesar da imoralidade que se instituiu na mídia
e na política nacional.

Deseje um Feliz Natal,
pois assim formaremos uma corrente forte,
para estancar esta morte instituída em nosso meio social.

Deseje um Feliz Natal, apesar das guerras,
dos desvios de verbas e das tramas sujas que
sangram a moral da Nação.

Deseje um Feliz Natal, apesar da indiferença,
das desavenças familiares, das perdas de vidas
e da mídia que prefere propagar a morte...
E acreditemos que tudo isso certamente passará.

Deseje um Feliz Natal aos seus filhos,
ao seu amor, a seus pais... e acredite
que tudo se desenrola no mundo como deveria
e que cada um de nós é responsável
pelo destino de tudo que envolve nossas vidas,
sob as bençãos de Deus.

Deseje um Feliz Natal de Verdade
e sobretudo, mantenha a alegria,
pois a fé em Deus sempre nos aliviará.

12.12.06

CENTENÁRIA - (109 anos de BH)

CENTENÁRIA
(BH -109 anos - amo radicalmente)

O horizonte que sobre ti a vida estende,
independe das atitudes
ou das razões dos homens e mulheres,
pois será eternamente belo e imponente!

A serra generosa, sobre ti estende os braços
e permite que os teus devaneios aflorem,
as tuas realizações avançem
e se transformem em canções na alma do teu povo.

Teu mesmo povo que tanto te faz maior
e pouco zelo a ti dedica.
Mas contigo, sempre a esperança!
Esta criança que embala o peito
e dar um jeito no sonho que não pode ficar velho.

Apostando no teu amanhã adulto do hoje moleque,
enche o coração da gente que acredita na mudança
e sabe do grande futuro aos teus sonhos reservados.
Cidade fêmea, cidade mulher...
Ter-te e conhecer-te nestes trinta anos de convivência,
foi ganho de amor, de inspiração e sabedoria.

Entre o provinciano e o moderno que te veste,
conquistei um pouco de paz e alegria.
Fiz de ti o meu espelho da paixão
e acredito que vivemos uma rica relação de amor e vida!

1.12.06

Desejos (CDA)

Um dos belos poemas de Carlos Drumond de Andrade;
criador de obras que elevam a literatura brasileira,
me foi enviado como amigo
oculto por um(a) de meus colegas de trabalho
nas comemorações e confraternizações
de Fim de Ano. Creio que seja uma bela mensagem
para se compartilhar nesses tempos de conflitos
e valores perdidos, vejam:

DESEJOS

desejo a você:
fruto do mato,
cheiro de jardim,
namoro no portão,
domingo sem chuva,
segunda sem mau humor,
sábado com seu amor,
filme de Carlitos,
chop com amigos,
crônica de Rubem Braga,
viver sem inimigos,
filme antigo na TV,
ter uma pessoa especial
e que ela goste de você;
música de Tom com letra de Chico,
frango caipira em pensão do interior,
ouvir uma palavra amável,
ter uma surpresa agradável,
ver a banda passar,
rever uma velha amizade,
ter fé em DEUS,
não ter que ouvir a palavra não,
nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança,
ouvir canto de passarinho,
sarar de resfriado,
escrever um poema de Amor,
que será rasgado,
formar um par ideal,
tomar banho de cachoeira,
pegar um bronzeado legal,
aprender uma nova canção,
esperar alguém na estação,
queijo com goiabada,
pôr do-Sol na roça,
uma festa, um violão, uma seresta,
recordar um amor antigo,
ter um ombro sempre amigo,
bater palmas de alegria,
uma tarde amena,
calçar um velho chinelo,
sentar numa velha poltrona,
tocar violão para alguém que deseja te ouvir,
ouvir a chuva no telhado,
vinho branco,
bolero de Ravel
e muito carinho dos seus.

20.11.06

O Senhor das Armas ( o filme)

O Senhor das Armas *****,
(com Nicolas Cage, direção de Andrew Nikcol),

É simplesmente espetacular!
Um filme que narra com bastante lucidez as tramas
comerciais e políticas que permeiam este negócio extremamente
lucrativo e desumano; há décadas alimentado com as guerras
criadas pelas grandes potências para que permaneça ativo,
eliminando milhares e milhares de vidas inocentes em todo o mundo.

Algumas citações que nos impressiona:
..." você sabe quem vai herdar a terra?
Os vendedores de armas, porque o resto está ocupado
demais e se matando." - "Este é o segredo para sobreviver:
nunca ir para a guerra, sobretudo contra si mesmo".

"... Os maiores fornecedores de armas são:
EUA - REINO UNIDO - RUSSIA - FRANÇA E CHINA.
Estes países também são os cinco membros permanentes
do CONSELHO DE SEGURANÇA DA UNO-Organização das Nações Unidas..."

-É no mínimo estarrecedor.

13.11.06

Projetos x Propósitos

" ... Você será feliz apesar dos pesares" .
" O ego, nos tempos de agora,
é o maior desvio de comportamento do meio executivo
nas corporações e leva os profissionais a guardarem dinheiro,
porém suas vidas não são tão felizes.
- José Dinei (consultor de RH)
Diante dessas citações, podemos repensar
as nossas vidas profissionais.
Sejamos profissionais liberais ou pertecentes ao
meio profissional dentro das corporações.
Projeto de vida, segundo ele, difere verticalmente
de propósito de vida, no que eu definitivamente
concordo.
Para entendermos melhor a diferença, exemplifico:
uma pessoa que Projeta ser médico para ganhar dinheiro
e outra pessoa que tem o Propósito
de ser médico para ser feliz ajudando aos seus semelhantes
no que for possível para viverem com saúde.
Conclusão: O segundo será um profissional muito mais produtivo
e feliz, certamente.
Assim concluimos também que em todas as dimensões profissionais,
o trabalho não deve ser um sacrifício e sim uma atividade prazeirosa;
não apenas para ganhar dinheiro, deve ser sim, nossa contribuição diária
para melhorar permanetemente o meio social em que vivemos;
pois daí viveremos com menos stress, mais solidários e felizes.

É Certo que Virá a Noite Feliz!

É certo que virá o despertar da noite Feliz de todos!
em que os homens e as mulheres se reconhecerão no amor,
se abraçarão e esquecerão os deslizes,
as falhas, as faltas e o desconforto do confronto.

É certo que haverá de vir o entardecer tranquilo,
o contemplar feliz das estrêlas,
o acolhimento em paz, de pais e filhos,
na mansidão dos espíritos.

A alegria estendida na plenitude do amor,
certamente acontecerá;
como acontecem as grandes e esperadas noites
que iluminam as mentes e corações pela vida afora;
noites dos sonhos realizados e das verdades plenas;
das falas e dos abraços sinceros,
e projetos sonhados e realizados depois de longos sofrimentos.

Olhares ternos e afagos surgirão,
abrindo-se à janela do tempo novo;
tempo do ser verdadeiro,
que valorize a luz e que abomine a escuridão mesquinha;
tempo de esperança e trabalho,
quando o necessário não seja uma conquista tão sofrível,
em ambiente de tanto ódio, violência física e moral,
e de abomináveis ganâncias capitais
que só constróem a falsa felicidade de poucos
e convivem com a infinita massa de tantos doentes sociais.

6.11.06

Impermanências

Somos definitivamente, impermanentes!
Da vida somos cuidadores:
do amor, dos amigos, da família, dos sonhos, da natureza...
Vivemos e passamos, como o vento,
como as nuvens, os mares, os pássaros...

Tudo é finito.
Por isso temos que contemplar e alimentar diariamente
nossos verdadeiros sonhos.
Viver intessamente o amor em toda a sua dimensão;
e tê-lo como missão imperativa de vida.

Eliminar tristezas, aborrecimentos, inimizades...
Cultivar carinho, afetividade, respeito, justiça, honestidade...
Enfim, viver dignamente o tempo que nos foi permitido
na sua plena integridade.

Aí, lá na mais adiante... depois de tudo,
e de coração tranquilo, sentarmos no alto de uma montanha,
e contemplativos: olhar para cima, para baixo e para dentro,
aliviados exclamarmos: Viver é uma dávida de Deus!

3.11.06

DESIDERATA (Max Ehrmann)

Descobrir a verdadeira história sobre "Desiderata", poema lido e admirado em todo o mundo, para mim foi uma alegria. E foi por acaso numa pequena livraria de Shopping que encontrei a edição de bolso da editora Sextante com o título "Desiderata", comprei-o de imediato um exemplar.
"Desiderata" , desde os anos 50, ficou muitos anos com autoria obscurecida. O encanto do poema levou-o a ser bastante copiado e passado de mão em mão. Chegando a ser confundido sua data de origem com a fundação da igreja de Saint Paul de Baltmore, de 1692 – século XVII, e alimentada por seu pároco, o que lhe adicionava mais encanto.
Nos anos 60, o poema foi parar em São Francisco na época do movimento Hippie, que o adotou supondo ser uma declaração de paz e amor datada de séculos. As gráficas avidamente imprimiram e distribuíram milhões de cartazes e folhetos.
O seu autor Max Ehrmann, nasceu em 26 de setembro de 1872 na cidade de Terre Haute, Estado da Indiana nos Estados Unidos, um advogado que se transformou e viveu até seus últimos dias como filósofo e poeta. Quinto e último filho de imigrantes alemães Maximilian Ehrmann e Margaret Bárbara Lutz.

"...embora buscasse cada vez mais uma posição humanística, Ehrmann nunca perdeu seu respeito por “Jesus, o filósofo” ou a sua fé de que “ o universo está evoluindo como deveria”.

Formou-se na Universidade de DePauw, em Greencastle, Indiana, onde se tornou o redator da revista DePauw Weekly. Após sua graduação em 1894, Ehrmann ingressou na Faculdade de Filosofia da Universidade de Harvard, onde, por dois anos, se especializou em Direito e Filosofia, antes de retornar a Terre Haute, para levar a vida incerta de poeta e filósofo que sempre desejou. Embora tenha sobrevivido durante muitos anos como advogado, em 1912 aos 40 anos, Ehrmann abandonou o mundo dos negócios e se dedicou inteiramente à literatura, a única atividade que sempre achou verdadeiramente gratificante. Passou os últimos 33 anos de sua vida do jeito que sempre idealizou: Poeta e Filósofo.

Descrevia sua cidade Natal, Terre Haute como “ o mundo em miniatura”. Pois prezava as amizades e a tranquilidade que encontrava ali.

O poema "Desiderata", Ehrmann o criou aos 55 anos; segundo ele, o escreveu para si próprio. O poema o acompanhou, em seu bolso, durante muitos meses e lhe serviu de guia em sua incansável busca pela simplicidade, sinceridade e serenidade. Tal como tantas obras de Ehrmann, " Desiderata " surgiu de uma necessidade interior e foi compartilhado com outras pessoas que igualmente ansiavam por bem-estar e confiança.

Em dezembro de 1933, Ehrmann usou " Desiderata " como parte de uma saudação de Natal endereçada aos amigos. Este belo poema serviu também de estímulo aos generais durante a segunda grande guerra, aos psiquiatras no tratamento de seus pacientes. Um Médico Psiquiatra da época, Dr. Merril Moore, descreveu: ... “ele deveria ser engarrafado e vendido como remédio mágico do Dr. Ehrmann”.

Ehrmann faleceu em 9 de setembro de 1945, três meses depois de ser homenageado em Terre Haute, que prestou-lhe um tributo formal, reunindo músicos, professores universitários, artistas e amigos, que deram depoimentos sobre o seu trabalho e a sua vocação de fazer amizades.

Nos anos seguintes, porém a verdadeira autoria desse famoso poema foi resgatada, garantido a Max Ehrmann um lugar eterno na literatura americana. A seguir o poema na íntegra:


DESIDERATA (um caminho para a vida)

Vá placidamente por entre o barulho e a pressa
E lembre-se da paz que pode haver no silêncio.

Sem capitular, procure estar de bem com todas as pessoas
Fale a sua verdade, calma e claramente.
Escute os outros, mesmo os mais estúpidos, os hipócritas e desequilibrados.

Evite pessoas barulhentas e agressivas;
Elas são um tormento para o espírito e às boas relações.
Mas sobretudo, evite o preconceito.
E lembre-se: de tudo aquilo que mais preconceituamos,
trazemos em nós uma faceta latente, camuflada pela hipocrisia.

Desfrute suas conquistas assim como os seus planos.
Mantenha-se interessado em sua carreira.
Mesmo que humilde, é o que realmente se possui
Na sorte incerta dos tempos.

Exercite cautela nos negócios, porque o mundo é cheio de artifícios.
Mas não deixe que isso o torne cego à virtude que existe.
Muitas pessoas lutam incansavelmente por altos ideais,
Mas muitas vezes esquecem a beleza imensa dos seus quintais,
Perdem-se em heroismos vazios e morrem amargas.

Jamais finja afeição, nem seja cínico sobre o amor,
Porque em face de toda a aridez e desencantamento,
Ele é perene como a grama.
Aceite gentilmente o conselho dos anos,
Renunciando com benevolência às coisas da juventude.

Cultive a força do espírito
Para proteger-se num infortúnio inesperado.
Mas não se desgaste com temores imaginários.
É certo que muitos medos nascem da fadiga e da solidão.

Acima de uma benéfica disciplina, seja bondoso consigo mesmo.
Você é filho do universo, não menos nem mais que as estrêlas,
As árvores, os mares, as montanhas...
E quer seja claro ou não para você,
Sem dúvida o universo se desenrola como deveria.

Portanto busque incansavelmente a paz com Deus, com a vida!
E sejam quais forem suas aspirações na barulhenta modernidade,
Mantenha-se em equilíbrio;
Ao menos tente o exercício da compaixão em seu convívio diário.
Apesar de todos os enganos, sonhos desfeitos, decepções e desconfianças,
Este ainda é um mundo maravilhoso!

Esteja atento e perserverante pois a felicidade é um composto de nossos sentimentos,
de nossas verdades e de nossas ações todos os dias em que despertamos.



Max Ehrmann
1927 –Terre Haute - Indiana – USA.

31.10.06

Carta a um Presidente

Caro Presidente Lula:

Entregamos o país a você por mais um período.
Estamos confiantes e esperançosos que desta vez
aprofunde mais nas questões sociais, na saúde e
na educação, para abrir uma perspectiva nova ao nosso povo.

Economicamente, melhoramos e estamos com as contas
equacionadas. Mas vamos estancar de vez a corrupção.
Cortar na carne e jogar uma nova luz em nosso futuro.

O país necessita de crescer urgentemente; gerar emprego,
para acolher o número enorme de novos profissionais
do nível técnico e superior que se lançam anualmente
no mercado de trabalho.

Vamos criar um tempo novo de fé e esperança.
Cuidar bem de nossas crianças,
de nossa Amazônia, da Mata Atlântica,
dos nossos mares e rios....

Possibilitar ao homem do campo uma vida digna e
de crescimento para que ali permaneça feliz
e produtivo.

Enfim, vamos juntos presidente.
Que Deus o ajude nessa nova caminhada.
Amém.

27.10.06

Não Será Apenas Votar

Não será apenas votar,
será definir, decidir e abrir nova perspectiva
ou nos enterrarmos de vez;
Estamos sem saída;
dá medo a tamanha dúvida.
Os fatos não negam jamais.
O novo discurso é duvidoso,
pois o tempo que o outro lado lá esteve,
também os escândalos ocorreram e como
a mídia estava encantada, poucos souberam de tudo.
O absurdo será depois do que vimos,
repetirem descaradamente e nos tratarem
como trouxas sem voz nem vez.
Não será apenas votar, indicar um novo
ou o mesmo comandante da nação;
afinal, vamos decidir quem nos conduzirá
por mais 4 anos de penúria ou de glória,
precisamos revolucionar o jeito de cobrar
destes novos funcionários públicos
que através do nosso voto elejemos
para nos comandar.
Vamos arriscar e que Deus nos ajude!

23.10.06

" Deixe o Homem Trabalhar "

Um ótimo refrão esse da campanha do candidato LULA.
É verdade que a oposição deve deixar o homem continuar
com o seu trabalho, apesar de todas as tempestades na mídia
sobre os atos infelizes praticados por elementos do PT.

A economia está tranquila e os frutos no segundo mandato
é certo que iremos colher, mas tem que deixar o homem trabalhar.
E enquanto ele trabalha, temos, todos nós eleitores, de ficar atentos
para que os seus aceclas assessores, não o atrapalhe mais.
Já fizeram muita bobagem e trapaças, agora chega!

O Momento é de levar o país ao crescimento e gerar
um novo tempo de prosperidade, pois a nação precisa
melhorar em todos os seus aspectos.

"Um olho na frigideira e outro no gato".

13.10.06

Não Sejamos Hipócritas

Vamos reelejer o LULA, pois sabemos
que apesar de todos os escândalos de corrupção no governo dele,
o país melhorou e sustenta a economia de forma favorável.

Mas vamos continuar atentos e correr o risco das
pressões da imprensa Paulista e PSDBista que não "engole"
um presidente oriundo da classe operária e de português ruim.

Não sejamos hipócritas!
Pois já sabemos que os políticos
do seu staff (como alguns companheiros que caíram),
não são muito bem preparados para esse embate de gigantes.
E poucos são os confiáveis; como já bem o demonstraram,
mesmo que saibamos que foram condenados
apenas pela imprensa. O cerco agora, no segundo
mandato, será bem mais severo e pesado. Podemos sofrer
crises agudas, mas tudo dependerá do sucesso continuado
ou não da economia.
Vamos pagar para ver.

5.10.06

Oração de São Francisco

Dia 04 de outubro, dia da Ecologia, dia da Natureza, dia dos Animais, dia Mundial das Crianças
e também dia do Santo que se dedicou a todas estas causas com amor e devoção:
São Francisco de Assis.
Sua oração devemos estar sempre com ela,
pois se vivêssemos suas indicações, o mundo de hoje estaria bem melhor e o futuro com melhores perspectivas, penso.


Oração de São Francisco

Senhor,fazei de mim um instrumento de sua paz!
Onde houver ódio, que eu leve o amor,
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão,
Onde houver discórdia, que eu leve a união,
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade,
Onde houver desespero, que eu leve a esperança,
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria,
Onde houver trevas, que eu leve a luz!
Ó Mestre,fazei que eu procure maisconsolar que ser consolado,
Compreender que ser compreendido,
Amar que ser amado.
Pois é dando que se recebe,
E é perdoando que se é perdoado,
E é morrendo que se vive para a vida eterna!

2.10.06

A Elite Vai ao Segundo Turno

O Lula e o PT vacilaram.
Eleições e futebol, só se conhece o vencedor
depois do apito e do voto final.
Não há nada ganho antes do último chute dado
e do último voto contado.
Teremos agora quase um mês de massacre eletrônico
sobre os deslizes do governo Lula/PT e do governo FHC/PSDB
e não me surpreenderá se o Geraldo se eleger ao final.

A campanha eletrônica irá influenciar a elite e o povão,
não há dúvida. O que decidirá será o debate final.
Cabe aos dois se prepararem para um embate programático;
se partirem para acusações, veremos apenas um mar de lama
na TV e o país saírá perdendo.

O tiro no pé, afinal, foi dado pelo PT paulista que visando o Serra em SP,
colocou uma pedra no sapato do Lula que agora vai ter que ir
ao debate na TV, mancando e a contra gosto.

Que os dois promovam com diginidade, um bom discurso
e os bons propósitos, para o bem de todos, prevaleçam.

Moral da história: O ovo que estava na galinha, a raposa comeu.

25.9.06

Apesar de Tudo, Vamos às Urnas

No próximo domingo estaremos mais uma vez
dando nosso voto de confiança a uma nova leva de
funcionários públicos; empregados da nação que tanto vem
nos decepcionando nos últimos anos.

Novas caras virão, outras reelejeremos, enfim, estaremos
todos dando um novo crédito e alimentando nosso coração
de esperança de termos acertado na escolha.

É bom lembrar que a crise mundial desde a década de 90,
é de liderança e assim o será por mais alguns anos. Basta
observar as figuras importantes no mundo de hoje:
Bush, Blair, Chaves, Evo, Lula...
Que se perpetuam no poder por quase uma década
e promovem alguns avanços econômicos, mas deixam
enormes estragos sociais dentro e fora de seus países.

Lembrem-se que se votarmos hoje e logo que os
eleitos tomem posse, devemos entrar em seus gabinetes
para lembrar-lhes dos seus compromissos;
Isso já será um bom começo e poderemos
contribuir bastante para mudar o rumo
da nossa história, tão triste e vergonhosa que assola nosso país
nos últimos dois anos.

18.9.06

Dom Luciano

A morte de Dom Luciano foi uma grande perda para
os fiéis católicos e para a nação brasileira.
Homem de sensibilidade rara e coração de bondade.
Doou sua vida aos trabalhodores, aos pobres,
aos desesperançados e às crianças do Brasil.

No comando da CNBB no final dos anos 70 e 80 mostrou toda
a sua capacidade para intermediação junto ao Estado Brasileiro
e aos políticos, em defesa da justiça e do bem social do nosso povo.

" Homem como o Dom Luciano não morre. Sobre as nossas cabeças, vai
nos acompanhando e nos abençoando para fazermos as coisas certas..."
(Presidente Lula).

" Ao Trazer para as nossas terras de Minas os seus últimos anos, concedeu-nos a graça de um convívio que nos fará muita falta..." (Gov. Aécio Neves)

8.9.06

Conquistas

Mesmo que canse,
Mesmo que custe caro,
Mesmo que as vezes sem querer,
pare, não desista, siga além.
Mesmo que para seguir,
Tenha que recuar, rever, mudar...
Mude, transforme, sinta e queira mais que antes.
Deseje estar sempre junto de quem faz,
De quem traz e te leva para o bem.
Ocupe os espaços que a vida te permite.
Nunca é tarde para explorar, descobrir e produzir
Nunca é tarde para refletir, ouvir e repercutir.
Aprender todos os dias, com o forte, com o fraco...
Com todos que nos desejam o bem e mesmo o mal;
Pois a vida nos entrega todos os dias uma nova lição.
Tente, erre, acerte, nunca tenha medo de falhar.
Mesmo que tenha um preço a pagar, arrisque.
Só acerta quem tenta, quem ganha experiência.
O tempo é rei e nos ajuda a crescer e transformar.
Veja além da mudança, do cansaço, do preço, do prazo...
Acredite sempre que as conquistas
Só dependem de nossa vontade de persistir e de lutar.
Se ainda não realizou os teus mais importantes sonhos,
É porque ainda não entregaste completamente todo
O teu potencial para conquistá-los!

5.9.06

Genialidade de Clarice Lispector



Não te amo mais.
Estarei mentindo dizendo que
Ainda te quero como sempre quis.
Tenho certeza que
Nada foi em vão.
Sinto dentro de mim que
Você não significa nada.
Não poderia dizer jamais que
Alimento um grande amor.
Sinto cada vez mais que
Já te esqueci!
E jamais usarei a frase EU TE AMO!
Sinto, mas tenho que dizer a verdade
É tarde demais...


Clarice Lispector
OBS.: Agora leia de baixo para cima. Pura arte ...pura genialidade ...
.

Good Night, And Good Luck

Boa Noite e Boa Sorte! ****
Dir George Cloney

Interpretação genial de David Strathairn e como coadjuvante o próprio diretor George Cloney.
Ambientado nos USA dos anos 50 durante os primeiros dias de transmissões jornalísticas, o filme conta os conflitos reais entre o repórter televisivo Edward R. Murrow da CBS e o senador Joseph Mccarthy. Desejando esclarecer os fatos ao público, Murrow e sua dedicada equipe desafiam seus patrocinadores e a própria emissora para examinar as mentiras e as amedrontadoras táticas perpetradas pelo senador durante sua " caça as bruxas" comunistas.
Mais do que este relato histórico, o filme nos deixa uma forte mensagem sobre a responsabilidade dos meios de comunicação de massa, em especial a televisão, que tem a missão de informar, educar e entreter e não apenas entreter e alienar os seus telespectadores, como o fazem nos dias atuais, com raras excessões.

1.9.06

Guimarães Rosa

" ... Viver é perigoso, carece de coragem".

22.8.06

Glauber Rocha (O Leão de Veneza)

Em 22 de agosto de 1981, morria Glauber Rocha.
Um ícone do cinema brasileiro.
Por suas participações e interferências ativas
nos festivais de cinema pelo mundo afora, ganhou o codinome
Leão de Veneza.

"Uma câmera na mão e uma idéia na cabeça".
Assim construiu seu Cinema Novo que nos deu
" Deus e o Diabo na Terra do Sol", "A Idade da Terra",
"Terra Em Transe", "Câncer" dentre outros.

Um lutador, Glauber se dedicou muito e morreu pelos seus sonhos.
Merece todas as homenagens e doações.
Com grandeza e determinação, há muito muitos anos,
vem a sua família e amigos realizando eventos
e exposições para manter vivo o seu rico patrimônio
que é um referencial para filmografia latino-americana.

21.8.06

Crianças Perdidas

Todos os dias perdemos nossas crianças;
pelas ruas e avenidas, nos vazios vespertinos,
nas baladas noturnas, entorpecidas nas drogas ou
nas vitrines dos Shoppings Centers.

Todos os dias perdemos nossas crianças;
para os marginais que as desvirtuam,
para as programações de TVs desprezíveis,
pela irresponsabilidade do falho sistema educacional
e principalmente pela desagregação das famílias.

Todos os dias perdemos vidas e sonhos,
mas não percamos de tudo a esperança,
pois todos os dias nascem novas crianças
que na força da fé e da dignidade humanas
alcançarão a realização dos novos sonhos
que certamente nos trarão nos anseios de suas almas.

16.8.06

Zuzu Angel ( O Filme)

***
Indico este filme, pela força dramática da bela atriz Patrícia Pilar;
também o indico, pela força do enredo histórico que nos narra
este episódio dramático vivido pela estilista Zuzu Angel que teve
seu filho assassinado e não foi dado a ela o direito de enterrar o seu corpo dignamente.
Fatos semelhantes que viveram tantas famílias brasileiras no período
obscuro da ditadura militar.

Filmes como estes são obrigatórios a todos os brasileiros.
Devemos assistí-los, pois narram episísódios nefastos
do terrível período da ditadura militar no Brasil
que tantas vidas aniquilou e até hoje são terríveis
memórias na alma de todos nós, vítimas diretas ou indiretas
desta passagem triste de nossa história recente .

4.8.06

Haverá o Bom Ladrão?

No Calvário havia ao lado de Cristo um bom ladrão,
Claro, para o senso crítico da época.
Haverá o bom ladrão na política brasileira atual?
Pensem. As instituições nacionais, há tempos que estão
contaminadas por estes políticos inescrupulosos.
Perderam o senso crítico e a vergonha.
Roubam descaradamente; são nepotistas sem pudor e
legislam em causa própria repetidamente.
São cassados, mas de repente,
como num passe de mágica, aparecem legalizados
e já se lançam candidatos novamente para as próprias eleições.
Será que o erro é deles ou do povo e dos poderes que os legitimam?

É necessário e urgente uma reforma na política e
no poder judiciário brasileiro.
O primeiro institui a violência moral e ética
e o outro a legaliza. Passam para o cidadão comum
um sentimento de impotência e revolta.

Dizem que cada povo tem os políticos que merece.
Será que depois de tantos escândalos ainda
não aprendemos ou somos mesmo todos iguais?
É chegada a hora de dizermos um basta a tudo isso
nas próximas eleições de outubro ou legalizarmos de vez,
levando à Brasília mais uma corja de bandidos
para dirigir a vida nacional.

Martin Luther King

Aprendemos a voar como os pássaros,
a nadar como os peixes,
a lutar como as feras,
mas ainda não aprendemos
a mais simples lição:
A conviver como irmãos!

MLK

30.7.06

Urbana

Não troco pessoas,
nem pronomes,
não troco nada!

Com a mesma cara,
trabalho sempre
o coração e a mente.

O meu tempo é agora.
É a vida um campo que pouco trabalhamos
e muito exploramos inultilmente?

De repente
a razão nos cobra
as coisa que não fizemos pelo coração.

E por fim eu me flagro,
atento aos teus olhos aflitos,
procurando algo;

Que infelizmente, não soubeste entender
quando estive pleno
em tuas próprias mãos.

Sampa. 04/90

Semelhanças

O que mais se assemelha?
A telha, o barro, o vidro...?
A alma, o espírito,
o que mais espelha?
O eco, o reflexo, a luz com seu brilho?
O que mais longe leva?
A terra, o asfalto, o ar,
o trilho?
O que mais afaga?
A mão, o lábio, a fala
com seu verbo dito,
no momento preciso?
O que mais agradece?
Os olhos aos céus,
as mãos postas, os joelhos
no chão estendidos?
O que melhor retrada
nosso estado, hoje?
A nossa imensa falta de tudo
ou a nossa falta de paz
de espírito?

21.7.06

A Amizade ( Charles Chaplin )

Preciso de alguém que me olhe nos olhos quando falo;
que ouça as minhas tristezas e neuroses com paciência.
E, ainda que não compreenda, respeite os meus sentimentos.
Preciso de alguém que venha brigar ao meu lado sem precisar
ser convocado; alguém amigo(a) o suficiente para dizer-me
as verdades que não desejo ouvir, mesmo sabendo
que posso odiá-lo(a) por isso.
Nesse mundo de céticos, preciso de alguém que creia,
nessa coisa misteriosa, desacreditada, quase impossível -
A Amizade.
Que teime em ser leal, simples e justo;
que não vá embora se algum dia eu perder o meu ouro
e não for mais a sensação da festa.
Preciso de um amigo(a) que receba com gratidão o meu auxílio,
a minha mão estendida, mesmo que isso seja muito pouco
para as suas necessidades.
Preciso de um amigo(a) que também seja companheiro(a)
nas farras e pescarias, nas guerras e alegrias
e que no meio da tempestade, grite em coro comigo:
"Nós ainda vamos rir muito disso tudo"
e ria muito, muito mesmo!
Não pude escolher aqueles que me trouxeram ao mundo,
mas posso escolher os meus amigos(as).
E nessa busca empenho a minha própria alma,
pois com uma Amizade Verdadeira,
a vida se torna mais simples, mais rica e mais bela.
Charles Chaplin

PACTO QUEBRADO

APONTA O HOMEM O SEU DESTINO
SEGUE À CATA DE VALOR
ABRE FENDAS PELA TERRA
QUEBRA UM PACTO DE AMOR

FERE NA ALMA A NATUREZA
FERE A SI
FERE AO SENHOR
ROUBA DO SOLO A CERTEZA
APONTA A FOME E O PAVOR

DEVORA O VERDE E A ESPERANÇA
ROUBA DOS VENTOS A CANÇÃO
SEGUE O HOMEM SE TRAINDO
GOLPEANDO A PRÓPRIA MÃO

SEGUE O HOMEM SE TRAINDO
SE ARMANDO POR PAIXÃO
ESQUECENDO A PIOR ARMA
A SUA PRÓPRIA SOLIDÃO

(Declamado)
CHORAM LÁGRIMAS SOFRIDAS
OS OLHOS DO POVO
QUE VISLUMBRARAM O NOVO
EM UM AMANHÃ QUE NUNCA VEIO

COMO NÃO VIERAM AS NOITES PROMETIDAS
AS TERRAS FÉRTEIS E PRODUTIVAS
A ÁGUA FRESCA E BOA, AS SEMENTES...
SOLUÇÕES QUE SALVARIAM VIDAS!

MAS ESCORREM AS ÁGUAS POLUIDAS
PELA QUÍMICA DO PATRÃO
CRESCENDO A MORTE EM NOSSAS VIDAS
E O DESERTO EM NOSSO CHÃO.

19.7.06

AMOR CIBERNETICO

SINTAMOS O GOZO
NAS FIBRAS E CRISTAIS DO MUNDO,
NA MACIEZ DO NOSSO JEANS
TROQUEMOS CARINHOS E JURAS
AO SABOR DO GÁS CARBONO;

DEGUSTEMOS NOSSOS BEIJOS E SONHOS,
POIS O FUTURO É AGORA!
OUVINDO A SINFONIA DAS MÁQUINAS,
O ACALANTO DOS COMPUTADORES
NOS ABASTECENDO COM CHIPS, CHATS,
SOFT’S, HARD’S, E-MAILS... ENFIM,
ATÉ TUDO OU NADA MAIS SENTIRMOS;

VIVAMOS A VIRTUALIDADE PLENA
REPLETA DE SEXOS E DESEJOS;
TROQUEMOS NOSSOS CARINHOS,
NOSSOS BEIJOS, SACIANDO NOSSA SEDE,
MONTANDO NOSSO NINHO DE DELÍCIAS EM REDE
ENTRE , BYTS, SOFTWARES, CLIPS, CDs, DVDs,
PLASMAS, CRISTAIS LÍQUIDOS...

PERMITAMOS QUE NOSSO AMOR SEJA ETERNO
NESSE FUTURO TÃO SONHADO,
GRAVADO EM NOSSOS DRIVER’S
PARA REVIVERMOS A CADA INTERVALO
DE NOSSA VIRTUAL SOLIDÃO!

14.7.06

Frases Importantes

" Agilidade sem estratégia, é reação"
- Alvin Tofler

" Só existe duas formas de você viver a sua vida:
Uma é pensando que o milagre não existe;
a outra é que tudo é um milagre"
- Albert Einsten

7.7.06

O Inferno de Dante, Segundo " Marcola "


Entrevista de Marcola ao Globo. 23/05/2006
"Você é do PCC?"
- Mais que isso, eu sou um sinal de novos tempos. Eu era pobre einvisível... vocês nunca me olharam durante décadas... E antigamente era mole resolver o problema da miséria... O diagnóstico era óbvio: migração rural, desnível de renda, poucas favelas, ralas periferias...A solução é que nunca vinha... Que fizeram? Nada. O governo federal alguma vez alocou uma verba para nós? Nós só aparecíamos nos desabamentos no morro ou nas músicas românticas sobre a "beleza dos morros ao amanhecer", essas coisas...Agora, estamos ricos com a multinacional do pó. E vocês estão morrendo de medo... Nós somos o início tardio de vossa consciência social... Viu? Sou culto... Leio Dante na prisão...
- Mas... a solução seria...
- Solução? Não há mais solução, cara... A própria idéia de "solução" já é um erro. Já olhou o tamanho das 560 favelas do Rio? Já andou de helicóptero por cima da periferia de São Paulo? Solução como? Só viria com muitos bilhões de dólares gastos organizadamente, com um governante de alto nível, uma imensa vontade política, crescimento econômico, revolução na educação, urbanização geral; e tudo teria de ser sob a batuta quase que de uma "tirania esclarecida", que pulasse por cima da paralisia burocrática secular, que passasse por cima do Legislativo cúmplice (Ou você acha que os 287 sanguessugas vão agir? Se bobear, vão roubar até o PCC...) e do Judiciário, que impede punições. Teria de haver uma reforma radical do processo penal do país, teria de haver comunicação e inteligência entre polícias municipais, estaduais e federais (nós fazemos até conference calls entre presídios...). E tudo isso custaria bilhões de dólares e implicaria numa mudança psicossocial profunda na estrutura política do país. Ou seja: é impossível. Não há solução.
- Você não têm medo de morrer?
- Vocês é que têm medo de morrer, eu não. Aliás, aqui na cadeia vocês não podem entrar e me matar... mas eu posso mandar matar vocês lá fora.... Nós somos homens-bomba. Na favela tem cem mil homens-bomba... Estamos no centro do Insolúvel, mesmo... Vocês no bem e eu no mal e, no meio, a fronteira da morte, a única fronteira. Já somos uma outra espécie, já somos outros bichos, diferentes de vocês. A morte para vocês é um drama cristão numa cama, no ataque do coração... A morte para nós é o presunto diário, desovado numa vala... Vocês intelectuais não falavam em luta de classes, em "seja marginal,seja herói"? Pois é: chegamos, somos nós! Ha, ha... Vocês nunca esperavam esses guerreiros do pó, né? Eu sou inteligente. Eu leio, li 3.000 livros e leio Dante... mas meussoldados todos são estranhas anomalias do desenvolvimento torto desse país. Não há mais proletários, ou infelizes ou explorados. Há uma terceira coisa crescendo aí fora, cultivado na lama, se educando no absoluto analfabetismo, se diplomando nas cadeias, como um monstro Alien escondido nas brechas da cidade. Já surgiu uma nova linguagem. Vocêsnão ouvem as gravações feitas "com autorização da Justiça"? Pois é. É outra língua. Estamos diante de uma espécie de pós-miséria. Isso. A pós-miséria gera uma nova cultura assassina, ajudada pela tecnologia, satélites, celulares, internet, armas modernas. É a merda com chips, com megabytes. Meus comandados são uma mutação da espécie social, sãofungos de um grande erro sujo.

- O que mudou nas periferias?
- Grana. A gente hoje tem. Você acha que quem tem US$40 milhões como oBeira-Mar não manda? Com 40 milhões a prisão é um hotel, um escritório... Qual a polícia que vai queimar essa mina de ouro, tá ligado? Nós somos uma empresa moderna, rica. Se funcionário vacila, é despedido e jogado no "microondas"... ha, ha... Vocês são o Estado quebrado, dominado por incompetentes. Nós temos métodos ágeis de gestão. Vocês são lentos e burocráticos. Nós lutamos em terreno próprio. Vocês, em terra estranha. Nós não tememos a morte. Vocês morrem de medo. Nós somos bem armados. Vocês vão de três-oitão. Nós estamos no ataque. Vocês, na defesa. Vocês têm mania de humanismo. Nós somos cruéis, sem piedade. Vocês nos transformam em superstars do crime. Nós fazemos vocês de palhaços. Nós somos ajudados pela população das favelas, por medo ou por amor. Vocês são odiados. Vocês são regionais, provincianos. Nossas armas e produto vêm de fora, somos globais. Nós não esquecemos de vocês, são nossos fregueses. Vocês nos esquecem assim que passa o surto de violência.
- Mas o que devemos fazer?
- Vou dar um toque, mesmo contra mim. Peguem os barões do pó! Tem deputado, senador, tem generais, tem até ex-presidentes do Paraguai nas paradas de cocaína e armas. Mas quem vai fazer isso? O Exército? Com que grana?
Não tem dinheiro nem para o rancho dos recrutas... O país está quebrado, sustentandoum Estado morto a juros de 20% ao ano, e o Lula ainda aumenta os gastos públicos, empregando 40 mil picaretas. O Exército vai lutar contra o PCC e o CV? Estou lendo o Klausewitz, "Sobre a guerra". Não há perspectiva de êxito... Nós somos formigas devoradoras, escondidas nas brechas... A gente já tem até foguete antitanques... Se bobear, vão rolar uns Stingers aí...Pra acabar com a gente, só jogando bomba atômica nas favelas... Aliás, a gente acaba arranjando também "umazinha", daquelas bombas sujas mesmo.... Já pensou? Ipanema radioativa?

- Mas... não haveria solução?
- Vocês só podem chegar a algum sucesso se desistirem de defender a "normalidade". Não há mais normalidade alguma. Vocês precisam fazer uma autocrítica da própria incompetência. Mas vou ser franco.. na boa... na moral... Estamos todos no centro do Insolúvel. Só que nós vivemos dele e vocês... não têm saída. Só a merda. E nós já trabalhamos dentro dela. Olha aqui, mano, não há solução. Sabem por quê? Porque vocês não entendem nem a extensão do problema. Como escreveu o divino Dante: "Lasciate ogna speranza voi che entrate!" Percam todas as esperanças. Estamos todos no inferno.

5.7.06

De Volta Para Casa

Como é bom ver jogadores argentinos, Ingleses,
Holandeses, Croatas, Alemães... lutando em campo,
defedendo com dignidade as cores de seus países.
Voltaram para casa e foram recebidos com aplausos,
pois lutaram e foram dignos até os últimos instantes
das partidas que disputaram na Copa do Mundo de 2006.

Já os jogadores da seleção brasileira,
pareciam que estavam apenas passeando na Alemanha,
pois não demonstravam raça, brio, amor a camisa.
Corriam pouco e burocraticamente. O fatídico quadrado mágico
não passou de uma ilusão, pois Ronaldo, ex-fenômeno, e Adriano
estavam totalmente fora de forma, como outros titulares da seleção.
E Ronaldinho Gaúcho, sumiu nesse esquema que se mostrou falho.

Os jogadores que estavam na reserva e querendo jogar,
acredito que fariam um papel bem melhor do que o fiasco
apresentado pelos titulares. Basta revermos o jogo com o Japão,
mas não podiam entrar, temia a comissão técnica, talvez,
que apagariam de vez as estrêlas em fim de carreira
e certamente estariam nas semifinais ou nas finais.
Mas isso não estava definitivamente nos planos da FIFA e
muto menos da gang do sr. Ricardo Teixeira.

A partida do Brasil com a França era questão de honra
para o torcedor brasileiro; não por vigança mas para
apagar o papel ridículo da seleção brasileira na Copa da França.
Foi o grande teste e que realmente nos mostrou
a falta de compromisso e despreparo físico, tático e psicológico
desta geração de atletas titulares que já estão milionários e
certamente fizeram sua última copa do mundo,
ex. Cafu, Roberto Carlos, Emerson, Ronaldo Fenômeno...
Que saiam todos juntos e levem este antipático e prepotente
"professor" Parreira e o sr. Zagalo, esse último já fez a sua
história na seleção e está na hora de curtir sua velhice dignamente,
sem passar ridículo papel, como esse na copa de 2006,
que acredito seja a última de sua vida como coordenador.

Que venha uma nova comissão técnica
e com ela o resgate da alegria de nossa verdadeira seleção
que penso, deveria ser escolhida pelo voto popular, bem como
sua comissão técnica, pois todos os brasileiros entendem
muito de futebol e esse é seu ópio e sua grande alegria no esporte.
Hoje frustrados, lamentam a falta de dignidade
desta turma que foi para Alemanha e retornou
pelas portas dos fundos e não derrameram
nem lágrimas de crocodilo.

20.6.06

Profusão de Estrêlas

No "tapete verde,"
no céu do planeta,
Copa 2006, profusão de Estrêlas!

O mundo de olho nos movimentos da bola,
na magia dos craques,
nas alegorias das torcidas!

Pressão da mídia,
explosão dos nervos,
dos egos e das vaidades!

Monopólio das transmissões,
profusão de alegria,
desespero e sonhos interrompidos!

Copa 2006,
a Alemanha recebendo de forma brilhante,
multidões em fantasias
nações em sonhos!

9.6.06

Pátria de Chuteira

Entram em campo os astros,
os semideuses; nas costas o peso das bandeiras,
da paixão e de suas pátrias.

A Copa do mundo é o maior espetáculo da terra!
Nela convivemos cidadãos do mundo, os paises,
as culturas, as religiões, as diferenças, as políticas,
enfim, é definitivamente o encontro do planeta
num momento único e belo.

Que a copa de 2006, seja de paz,
alegrias, confraternizações.
Que vença a arte da bola,
a alegria e a paz.
Que o campeão seja o merecedor da glória,
que seja realmente o melhor na disciplina e na arte
de jogar o belo futebol! Paixão que neste momento
invade os quatro cantos do planeta.

18.5.06

Estado de Terror

Os fatos recentes em São Paulo,
nos aponta o caos do sistema judiciário e prisional brasileiro.
Terror, medo, impotência e insegurança é o futuro
que se desenha no presente das grandes cidades brasileiras.
O bandido dita a lei e a sociedade está impotente;
sofre na pele as terríveis dores da incompetência do estado constituído
para protejê-la.

A Polícia está aflita, o poder inoperante
e a guerra está instalada e não é de agora.
Vamos torcer para que o terror não se espalhe para outros estados.
A mídia tem um papel importante nisso tudo.
Bandido também tem o sentido da vaidade. E não raro,
no Brasil bandidos viram heróis, são temas de filmes,
capas de revistas, entrevistas, ao vivo nos jornais de TV, etc.
Não será surpresa, se logo não tivermos o lançamento
de um filme ou uma novela sobre a vida de Marcos Camacho (o marcola),
o homem que comanda o PCC de SP.

Discernimento, será o grande desafio para os jovens
e também aos mais experientes profissionais da imprensa nacional.
Que Tim Lopes não suma da memória da mídia de nosso país.
Luiz Nassif, da TV Cultura de São Paulo, já no escândalo
do Mensalão, chamava atenção de seus colegas para este desafio:
Fato com boato pode até rimar, mas notícia tem que ser com ética e
acima de tudo com responsabilidade. O imediatismo, a fofoca, a pressa,
a vaidade, enfim, leva profissionais a cometer falhas, muitas delas
danosas às pessoas, às instituições e ao estado.

É imcompreensível que não se crie um isolamento
da telefonia celular dos comandos crimonosos dentro dos presídios.
Tecnologia sobra, falta é responsabilidade e vontade política.
Sabemos que o tecido social brasileiro está doente e
a corrupção no poder do estado, é evidente.

Vivemos em um país, racista, carente do básico à vida,
descriminador, corrupto, com vários políticos sujos e cínicos;
diariamente, ainda temos que suportá-los
nas entrevistas de Rádio e TV pregando moralidade.
No entanto, acreditamos que os erros estão em nossas origens
e por mais que avancemos, temos que nos monitorar,
pois este mal é histórico, parece também que é genético e
se arrasta desde que Pedro Alvares Cabral por aqui
aportou suas caravelas.
Bom seria que fossemos às ruas de nosso país e
reinvidicar das autoridades a revisão das leis,
para que retomemos a ordem em nossos estados,
antes que os bandidos tomem conta de nossas vidas.

Importante: - O PCC acaba de liberar o banho de Sol
para a população de São Paulo.

10.5.06

Mães

No mês das Mães passo aos meus leitores a tradução da bela canção de Paul e John /Beatles.

Let Be (Deixe Estar)

Quando me encontro em apuros
a Mãe Maria vem a mim dizendo palavras de sabedoria,
deixe estar.
E na minha hora de escuridão Ela fica de pé na minha frente
dizendo palavras de sabedoria,
deixe estar.
E quando as pessoas de corações partidos
que vivem neste mundo concordarem,
haverá então uma resposta - Deixe estar.
Apesar de estarem separados
ainda há uma chance que verão,
haverá uma resposta,
deixe estar.
E quando a noite está nublada
ainda há uma luz que brilha sobre mim,
brilha até amanhã,
deixe estar.
Acordo com o som da música,
a Mãe Maria vem a mim,
dizendo palavras de sabedoria,
deixe estar,
sussurra palavras de sabedoria,
deixe estar
haverá uma resposta - Deixe estar.

5.5.06

Henfil ( Vida )

O cartunista Henfil certa vez escreveu:

" Por muito tempo eu pensei que a minha vida fosse
se tornar uma vida de verdade. Mas, sempre havia um obstáculo
no caminho, algo a ser ultrapassado antes de começar a viver;
um trabalho não terminado, uma conta a ser paga...
Aí sim, depois, a vida de verdade começaria.
Por fim, cheguei a conclusão que esses obstáculos
eram a minha vida de verdade. Essa perspectiva tem me ajudado
a ver que não existe um caminho para a felicidade .
A felicidade é o caminho!
Assim aproveite todos os momentos que a vida lhe reserva,
com serenidade, alegria e amor.
Principalmente se você tem um amor de verdade, alguém especial para
compartilhar, especial o suficiente para passar seu tempo,
e lembre-se que o tempo "não apita na curva, não espera ninguém".
Portanto pare de esperar... "

Até que você termine a faculdade...
Até que você perca 5 kilos...
Até que você tenha filhos...
Até que você escreva um livro, plante uma árvore...
Até que seus filhos tenham saído de casa...
Até que você se case outra vez...
Até sexta-feira à noite...
Até que você tenha comprado um carro...
Até que você tenha comprado uma casa...
Até que seu carro e sua casa tenham sido pagos...
Até o próximo verão, outuno, primavera...
Até que você esteja aposentado...
Até que sua música toque...
Até que você termine o seu drink...
Até que cure a ressaca...
Até que você morra...
Decida que não há tempo melhor para ser feliz,
do que agora mesmo.
Lembre-se: " A felicidade é uma viagem, não um destino". "

2.5.06

Buena Vista

Buena Vista Social Club

**** Um belo Filme!

Resgate de talentos e vidas.
Uma película carregada de poesia e verdade.
músicos que estavam abandonados, foram trazidos
de volta ao palco de forma brilhante, justa e humana.
Ganhamos todos nós que tivemos a oportunidade de vê-los,
alguns pela última vez.

Ibrahim Ferrer passeando pelas ruas de New York,
maravilhado e expressando o desejo
que sua família ali estivesse com ele,
é uma linda expressão de amor;
um momento do filme de extrema emoção.
Meses depois já não estava mais entre nós.

O show em Nova York, a alegria de todos no palco,
o belo repertório... enfim uma obra de arte
por sua grandeza, leveza e justiça.
Um filme extremamente humano e verdadeiro!
Assistí-lo nos transporta e nos faz refletir sobre
o mundo atual que perdeu a grandeza do simples
e da verdade da alma.

28.4.06

Não Desistirei

Desperto e busco a paz nesse dia,
como sempre o faço de forma obsessiva.
Que seja de oração e fé no ser da vida,
que venha com a Luz dessa manhã
numa nova perspectiva de construção
do bem e do novo, pois já vejo ir longe
o tempo que se poderia ter só para a paz e o amor.

O novo que nos conduza a uma missão reflexiva,
espero e alimento em meu espírito;
pois sei que estaremos melhores amanhã,
apesar de todos os equívocos e degradações.

Maus exemplos que disseminados em nosso meio,
atropelam e arruinam a vida de todos nós,
saberemos ultrapassá-los e abriremos
uma janela para o bem, certamente, pois temos fé.

A ética virou prêmio de Instituto e
os homens e as mulheres se perderam
na conduta elementar do bem conviver.
Megulharam num mundo hedonista e
determinaram que a vida é apenas ter.

Conquistaram o vazio e a solidão.
Esso é o prêmio inevitável do ser capitalista.
Quando despertar e enxergar o tempo que se foi,
talvez se postará de joelhos no altar e buscará a Deus,
que certamente acolherá diante de sua grandeza
e o perdoará.

13.4.06

E a barba do Enéias?

Desperto nessa quinta-feira da Semana Santa
e meio sonolento não lembro se foi sonho
ou realmente vi o Enéias (aquele mesmo) sem barba
e falando manso, sem grito e nos relatando sobre
sua repentina leucemia, no programa do Jô
e sem exclamar seu nome. As coisas e as pessoas mudam.

Leio o jornal, ligo o rádio na Band News
e escuto o Boechat e o José Simão ironizando a vida
dos políticos de Brasília; o que me provoca risos e me faz acreditar
na perspectiva de um dia de bom humor e também com esperança
de que alguma verdade seja confirmada sobre as falcatruas de Brasília
que a todo o momento cresce e nada se esclarece. Deram festas,
transportaram dólares em sacos inadequados, transferiram
para o exterior, enfim, tudo claro e transparente, mas infelizmente
ninguém prova e tudo segue o seu curso natural na corrupção nacional.

Vivemos num paraíso sem lei, mais virtual do que real,
onde tudo se faz de errado, comete-se delitos,
a imprensa flagra, gera provas e todos os acusados
negam veementemente o óbvio ululante expostos
aos nossos olhos diariamente. Só a nossa frágil justiça não
consegue penalizar no cumprimento real da lei.

Recolho-me às minhas orações e peço a Deus para que os
homens de Brasília, a imprensa, a justiça e a polícia Federal,
não comecem a investigar a Paixão de Cristo, pois hoje
deu nos jornais que Judas não traiu Cristo.
Acho que desta vez enquadram o Presidente Lula.

Que Todo o Meu Dia Seja Oração

Pe. Alberto Antoniazzi - 17/06/1937 - 25/12/2004 - ..."o que mais encanta em Pe. Alberto Antoniazzi é o prodigioso saber, fruto de estudo constante e tenaz, de oração e capacidade reflexiva, aliado à simplicidade de vida e humildade de coração" - Dom Luciano Mendes de Almeida (Arcebispo de Mariana-MG), assinando o prefácio do livro "Por que o panorama religioso no Brasil mudou tanto?


Esta sua sublime oração expressa toda a sua devoção e fé:


Senhor, quero rezar e não sei. Doa-me a oração que Tu queres. Que todo o meu dia seja oração. Quando levanto, o Sol também surge no horizonte e ilumina toda a Terra. Acaba com as trevas, a escuridão, o nada. É a Tua criação que a cada manhã renasce. Que eu possa renascer, renovado, cheio de vigor, cada dia. Desperto do sono, imagem da morte. Levanto. E me lembro que levantastes Teu Filho Jesus no sepúlcro. Que eu também me possa levantar para a vida. O Ser Humano é a glória de Deus. Que um raio da Tua glória se reflita em mim. Que eu eleve minha oração de louvor pela manhã como toda religião ensina. O dia é feito de trabalho, de fadiga e de frutos. De resultados, dizemos hoje. Que eu viva o meu dia como Teu Filho nos ensinou: doando-me, morrendo um pouco naquilo que faço e renascendo nos frutos que produzo. Mesmo decepções e fracassos, unidos à Paixão de Teu Filho, unidos à Paixão pela verdade e a justiça, são reflexos da Tua graça. "Quando sou fraco, então é que sou forte", em Ti. Vem a tarde. O Sol se põe. Olho meu dia e agradeço tudo o que recebi, a graça que me sustentou na luta, o pão que recebi para partilhar, como os discípulos de Emaús. E com eles eu Te digo: "Fica conosco, pois já é tarde e a noite vem chegando!" A noite, imagem da morte, vai cobrindo tudo, de novo, com sua escuridão. Mas não temo. "Em Tuas mãos confio o meu respiro. o espírito, a vida!" O meu dia é como a minha vida. Nasce tenro, mas cheio de vigor, como a árvore que desponta. Enfrenta Sol e chuva durante o passar do tempo. E sua persistência dá frutos. Quando se cansa e esgota suas energias, pode dormir em paz, porque nada se perde daqueles que Deus criou e ama. Que toda a minha vida seja oração, colocada em Tuas mãos! Pe. Alberto Antoniazzi - 1937/2004

12.4.06

CRASH - No Limite

Um belo Filme! ****
Uma crônica sobre a dor e a realidade americana
após o "11 de setembro" .
A paranóia estabelecida sob a instituição do medo,
em um país mergulhado nas confusões ideológicas, raciais,
após aquela tragédia que mudou as relações
internas e externas dos Estados Unidos da América com o mundo.
O filme nos passa, de forma brilhante, a angústia de um país
onde seu povo vive sob tensão permanente
e mesmo com todo o conforto de sua economia poderosa,
expõe alta fragilidade e descaso com as relações humanas.
Personagens pertecentes a diferentes etnias, se cruzam e
se entrelaçam conduzidos por uma direção brilhante,
com bela fotografia e rítmo que nos passa um clima
de permanente tensão que ali se vivencia.
A trilha sonora densa e poética, nos coloca dentro da história.
Sem dúvida um Oscar merecido a este filme que foi construido
com sabedoria e conhecimento plenos da vida americana
atual.

7.4.06

Perdão Senhor

Perdão Senhor
Sou do Mar, mas meu amor é Minas.
O Mar espalha, espande, faz voar.
A Montanha, fecha, inspira oração,
coisas intimistas.

Nesse meu jeito pensativo e poético,
preciso olhar a paisagem a minha volta;
e do alto é mais inspirador.

Sei que Tu me vês e me ouves no segredo,
e me fizestes Minas, não foi em vão.
Meu coração já presentia.

Viajei, cheguei aqui um dia
e não mais larguei esta oração.
Minas é uma eterna oração!

Perdão Senhor,
Não houve traição,
coisas de paixão em Minas.

6.4.06

O Eterno "Carequinha"

George Savalla Gomes - O Carequinha - 1915/2006
o palhaço mais querido do Brasil, faleceu ontem aos 90 anos.
O palhaço das crianças, dos pais, dos avós,...
Foi ao encontro do pai que certamente o receberá em festa.
Foi o primeiro ator circense a fazer sucesso na televisão
brasileira. Estreou na TV TUPI em 1951. Gravou 27 discos,
186 compactos e participou de filmes da era da chanchada brasileira.
Nasceu no circo numa noite de 18 de julho de 1915, em Rio Bonito,
cidadezinha a 54 km do Rio de Janeiro.
Filho dos trapezistas Elisa Savalla e Lázaro Gomes.
Aos 5 anos estreou no picadeiro na cidade de Carangola-MG
quando o padrasto Ozório, após alguns ensaios,
colocou uma careca no pequeno menino
e deu o nome ao eterno personagem.
Aos 23 anos, Carequinha estreou como cantor na Rádio Mayrink Veiga
no Rio de Janeiro. Depois trabalhou na Rádio Nacional junto a artistas
como Emilinha Borba, Francisco Alves e Ângela Maria.
Dizia: "Inventei uma nova escola. Até então as pessoas riam da
desgraça do palhaço que só apanhava nas trapaças circenses.
Não gostava disso e virei o herói da história. Os outros se davam mal.
Mas o Carequinha não."
Carequinha era querido por todos os brasileiros. Ele era conhecido
como o palhaço dos presidentes. Apresentou-se para Getulio Vargas,
Juscelino, João Goulart, passando pelos presidentes militares
com a mesma simpatia. Recebeu condecoração
de Fernando Henrique Cardoso.
Só não se apresentou para o presidente Lula,
mas isso parece sintomático,
pois diante da concorrência na Brasília de agora,
um palhaço como Carequinha
só podia ser mesmo esquecido.
Que Deus o acolha em paz querido palhaço Carequinha.

3.4.06

A Mentira Venceu a Esperança

Os indutos dados a alguns deputados pela Câmara Federal
com relação aos escândalos do "Valerioduto" ou "Mensalão",
é mais um episódio lamentável na vida brasileira.
Senadora bailando, deputado comemorando como se fosse gol,
compositores famosos reunidos com suas famílias,
entre amigos também famosos e, até então
com trajetórias respeitáveis na política e na Cultura,
são vistos na mídia compondo coro comemorativo a uma conquista
que envergonha a todos nós brasileiros.
Ministro até então de conduta inabalável,
cometendo atos desesperados(até prova em contrário)
para salvar sua vida pública,
comprometendo entidades representativas do estado brasileiro,
enfim, a mentira venceu a esperança e o governo Lula está só.
Resta somente contar com a ignorânica e a desinformação
da grande massa votante para ser reeleito.
A Mentira Venceu a Esperança e só nos resta rogar aos céus
suplicando luz para o futuro que virá.

29.3.06

Um Dia Memorável

Enquanto perdemos o ministro Antonio Palocci
no meio dos conflitos de Brasília
e passamos a conviver com o medo
da instabilidade econômica e suas derivações,
um outro brasileiro obstinado, Marcos César Pontes,
vai ao espaço na SOYUZ TMA - 8,
com retorno previsto para 8 de abril próximo.
Ele é o primeiro astronauta brasileiro
a participar de uma missão espacial;
nessa missão também estão o russo Pavel Vinogradov
e o norte americano Jeffrey Willians.
Essa participação do astronauta Marcos Pontes se concretizou
após a entrada do Brasil no grupo de 15 nações
envolvidas com o projeto da Estação Espacial Internacional -ISS,
em 1997. No ano seguinte o astronauta brasileiro foi selecionado
pela Agência Espacial Brasileira - AEB e pela NASA
para representar o seu país nesse importante projeto.
Que seja coroada de sucesso essa missão
e que enquanto esteja no ar esse herói nacional
e seus dois colegas, que os homens aqui na
terra consigam equilibrar o planeta,
por eles observados em imagens únicas e deslumbrantes
e que, certamente, torcem para no seu regresso
o encontrarem melhor, próspero e em paz,
hoje e sempre, Assim seja!

28.3.06

Nos Porões da REDE

Nos permitimos visitar
os porões da Rede impunimentes,
e quando nos descobrimos quase dementes,
queremos tardiamente controlar,
a nós mesmos e aos nossos filhos.
O sábio é não permitir deliberadamente,
não precisa censurar,
apenas controlar o acesso indevido aos pequeninos ,
indivíduos que mal conseguem raciocinar;
o certo é vetar o abuso da Rede(Net), Internet,
onde de tudo se pode encontrar:
pedofilia, pornografia,
protituição infantil,
violência, tráfico...
e outros tantos desvios imorais.
Nos porões da Rede precisamos
saber definitivamente navegar,
para não sucumbir e à loucura nos levar,
basta ser sábio e impor juízo,
para melhor aproveitar.
Pesquisas, chats, e-mails...
Compras, contatos distantes...
Tudo na Rede é deslumbrante,
mas precisamos sábiamente utilizar.

27.3.06

Explosão dos Sentidos

Título de um dos dez textos do livro "As Marcas", de Levy Carneiro, que
deve ser leitura obrigatória de profissionais e estudantes de publicidade.
Faço a exposição no meu blog desse texto, explosão dos sentidos,
por sua importância e atualidade nesse momento da transição
do sistema analógico para o digital em nossas mídias.


" a complexidade dos novos suportes tecnológicos e as formas de interação viabilizadas por eles, estimulam uma mudança ainda mais profunda: o surgumento de uma nova sensibilidade".

"De Mcluhan a Pierre Lévy, mesmo que de ângulos diferentes, os teóricos registram as transformações técnicas da atualidade e suas repercussões como uma grande travessia: do analógico para o digital, da utilização compartimentada de um recurso comunicativo à integração simultânea das mídias, da sociedade da escrita e do texto para a sociedade das imagens e do hipertexto."

"Para a sensibilidade das pessoas em geral e dos consumidores em particular, tudo isso propicia uma mudança radical na percepção e no registro das coisas e seus signos. O mundo que antes era captado basicamente através da visão e da leitura passa a ser apreendido pela exploração múltipla de todos os sentidos e pela experimentação de situações simuladas e/ou reais."
" Se os consumidores estão mais sensíveis, a singularidade e a densidade de cada um desses momentos é que vão definir o lugar que as marcas ocupam em suas vidas."

- Quer dizer, surge aí um novo consumidor com sentidos amplificados aos novos estímulos, sensações e sentimentos. A compra passa a ser um ato dissociado do mero "atender necessidades" e ganha o sentido conceitual e emocional. A percepção dos produtos e serviços é vista pelo lado emocional e do compromentimento social, ecológico e comunitário das empresas. Daí a necessidade dos profissionais de marketing estarem atentos para essa mudança e voltar as suas ações para alcançar esse novo consumidor. Por isso é necessário estudar bem o seu perfil para que possam programar as melhores ferramentas e canais para comunicarem-se com ele. O conceito de marketing "experiencial" segundo Bernd Schimdtt, está amplamente vivo e atual, chegou de vez o seu momento.
Os Massmedias de Mcluhan detectados na década de oitenta, já começam a perceber que as verbas publicitárias vultosas do marketing atual, já começam a migrar e pulverizar-se para outros meios mais inteligentes e que estão mais próximos de um novo consumidor.

22.3.06

ÁGUA

Dia 22 de março, dia mundial da água.
E o mundo está com sede e medo de sua falta.
Homens e mulheres daqui e de lá,
precisam respeitar esse bem precioso e raro.
Cuidar das nascentes dos rios, parar de desmatar
as suas margens, preservar o planeta!
Pois tudo se reflete na qualidade desse bem líquido e vital
para todos os seres vivos.
A irresponsabilidade nas pequenas atitudes
dos ditos cidadãos civilizados que continuam
a lavar veículos e passeios irresponsavelmente,
sem preocupação com o outro, é um afronta a todos nós!
Milhares de irmãos no nordeste do Brasil, na África,
No Oriente Médio, sofrem com a falta d´água.
Estudiosos já alertam que num futuro próximo
este bem vital aos seres humanos, será
motivo de guerras para a sua conquista.
Despertemos e façamos esforços para divulgar
bons exemplos de preservação e bom uso,
pois ainda há tempo de mudar os maus hábitos.
Viva a ÁGUA! Água é vida!

20.3.06

" O Mundo Pegando Fogo e Nós Aqui Na Festa "

Vi o retrato da vida de agora
no horário nobre da televisão,
enquanto representavam cenas do tráfico,
o verdadeiro e idêntico fato de degradação, acontecia ao lado:
Estava lá ..."um corpo queimado e estendido no chão"...
Seja no Rio, B.Horizonte, São Paulo, Salvador,
Recife, Fortaleza, Porto Alegre...
em qualquer lugar, sinais de desprezo
e irresponsabilidade política e social,
esse é o fato!
Vida e morte no morro e no asfalto.
Tudo entregue na bandeja à grafinada hipócrita
que finge que não ver, faz de conta que não sonsume
e a vida que parece fácil ao pivete(avião), é um
beco sem saída: Futuro de morte, cadeia ou paraplegia.
O monstro do homem detonando tudo,
prostituição infantil, drogas, violência,...
Qual a saída? Trabalho, educação...?!
Que notícia nos trazem de Brasília?
Prefiro citar o velho poeta:
"...nós é que é burro, nós é que não presta!
O mundo pegando fogo e nós aqui na festa".

8.3.06

Mulher (8 de março e todos os dias)

Que seja assim
cheiro de flor,
carmim,
sempre gueixa
sempre meiga
sempre amor;

Que seja o afago,
o doce trago na bebida,
o vinho,
bálsamo à ferida,
ventre, entre
proteção, carinho
ninho, no acaso dor?

Que seja amante,
Mãe, executiva, brilho e cor,
gozo, êxtase e silêncio,
cheiro forte de amor,
caminho de conforto e fé,

Que seja sempre, amiga, companheira, Mulher!

6.3.06

O Profeta (Gibran Kalil Gibran)

...Uma obra eterna.
O Oriente não teve poeta que exprimisse melhor a delicadeza
mística de sua alma.
Gibran é um dêsses mestres da sabedoria que ensinam a arte de viver pela conquista da paz interior nutrida na contemplação da beleza...
Massour Challita - traduziu esta bela obra, que tive acesso em 1974, já em sua terceira edição no Brasil pela Editora Civilização Brasileira - RJ.
...Esta obra revela os assuntos mais básicos e universais da vida humana: o amor, o matrimônio, os filhos, o comer e o beber, o trabalho, as habitações, o crime e o castigo, a liberdade, a prece, o prazer, a amizade, a religião, a morte. E o profeta descobre em cada assunto aspectos elevados e inspiradores. E depois, despede-se de seus ouvintes com uma longa e emocionante preleção sôbre o destino humano. E do conjunto de suas palavras, resulta uma filosofia da vida igualmente prática e espiritual, que convence e exalta ao mesmo tempo, pois, baseada nas atividades mais comuns da existência, concebe essas atividades mais comuns da existência, com um espírito de comunicativa grandeza.
Essa capacidade de assim conciliar o ideal e a realidade, deve-a Gibran ao fato de ter sido um sábio e um místico que viveu em Beirute, Bóston, Paris, Nova Yorque, e não numa cela isolada de alguma montanha inatingível. Frequentou os homens e as mulheres e fala-lhes do que eles e elas conhecem, e procura elevá-los a um mundo superior, mas não diferente, contrariamente ao místico hindu, por exemplo, que, ao pregar o nirvana, fala-nos de algo que não podemos experimentar sem o treino de longos anos.
É este o primeiro segrêdo do sucesso universal de " O Profeta".
O segundo segrêdo, está na junção, também rara, da beleza e originalidade do pensamento com a beleza e originalidade do estilo.
Vida e Obra:
  • Gibran - nasce em 1883 a 6 de dezembro em Bicharré, na montanha do Líbano;
  • 1894 - emigra para os Estados Unidos e instala-se em Bóston com sua mãe, seu irmão Pedro e suas irmãs Mariana e Sultana.
  • 1898-1902 - Volta ao Líbano para completar seus estudos do árabe. Matricula-se no colégio da sabedoria, em Beirute. Ao diretor, que procurava acalmar sua ambição impaciente, dizendo-lhe que uma escada deve ser galgada degrau por degrau, Gibran retruca: " Mas as águias não usam escadas."
  • 1902-1908 - De novo em Bóston. Sua mãe e seu irmão morrem em 1903. Gibran escreve poemas e meditações para um jornal árabe de Bóston, Al-Muhajir(O Emigrante). Seu estilo nôvo, feito de música, imagens e símbolos, atrai-lhe as atenções do Mundo Árabe.
  • 1908-1910 - Em Paris. Estuda ma "Académie Julien". Conhece Auguste Rodin, que lhe prediz um grande futuro, uma de suas pinturas em tela é escolhida para Exposição Belas Artes de 1910. Neste íterim, morrem seu pai e sua irmã Sultana.
  • 1910 - Volta a Bóston, no mesmo ano, muda-se para Nova Yorque, onde permanecerá até o fim de sua vida.
  • 1905-1920 - Gibran escreve quase exclusivamente em árabe e publica sete livros nesta lígua: 1905, A Música; 1906, As Ninfas do Vale; 1908, As Almas Rebeldes; 1912, As Asas Quebradas; 1914, Uma Lágrima e Um Sorriso; 1919, As Procissões; 1920, Temporais.
  • 1918-1931 Gibran deixa, pouco a pouco, de escrever em árabe e se dedica ao inglês, no qual produz também oito livros: 1918, O Demente, 1920, O precursor; 1923,O Profeta; 1927, 1928,Areia e Espuma; Jesus, O Filho do Homem; 1931, Os Deuses da Terra. Depois da morte de Gibran foram serão publicados dois livros: 1932, O Errante e em 1933, O Jardim do Profeta.
  • 1931- Gibran morre no Hospital São Vicente de Nova Yorque a 10 de abril. Seu corpo, exposto em câmara ardente em Nova Yorque e Bóston, foi visitado por milhares de admiradores. Em julho do mesmo ano, sua irmã levou-o ao Líbano, onde lhe foi proporcionada uma recepção oficial e popular de inusitadas proporções. Foi enterrado em sua cidade natal de Bicharré, num velho convento cavado na rocha, onde Gibran sonhava ir viver seus últimos anos. Seu túmulo tornou-se um lugar de peregrinação. Gibran é considerado, no Oriente e no Ocidente, como o maior escritor e pintor que o mundo Árabe produziu no século XX, e como um sábio e um poeta que soube verter numa forma de rara beleza o incomensurável tesouro da sabedoria oriental.

Na página 29 de " O Profeta ", lê-se: E uma mulher que carregava seu filho nos braços disse:

" Fala-nos dos filhos."

E êle disse: "Vossos filhos não são vossos filhos. São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma. Êles vêm através de vós mas não de vós. E embora vivam convosco, não vos pertencem.

...Podeis autorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos, porque eles têm seus próprios pensamentos. Podereis abrigar seus corpos, mas não suas almas; pois suas almas moram na mansão do amanhã, que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho...

24.2.06

U2 e Rolling Stones

Desceram do norte e fizeram a alegria dos fãs: Pais e filhos.
Cada banda ao seu estilo e com seu vigor próprio.
Rio e São Paulo viveram noites históricas e únicas!
Shows consistentes e que marcaram a história do Rock.
Impressiona a vitalidade dos Stones, especialmente Mike Jagger.
Tenho a impressão que vai chegar aos 100 anos com essa performance
e os seus trejeitos que o imortalizaram, embalado pelas cordas de Richards.
Irreverência, alegria, puro Rock e diversão.
No Rio a mescla de gente comum com Vips de toda ordem.
Em São Paulo os fãs tiveram que desembolsar uma boa verba
para ver o U2 e foram jovens e antigos fãs.
Assistimos o mesmo Bono Vox e seus companheiros
repetindo o seu belo estilo engajado e soltando
toda a sua vitalidade musical repleta de poesias, evocando o amor
e a coexistência dos direitos humanos e da unidade entre os povos
do planeta Terra. Sonhar é preciso.
Mike e Bono ainda ficaram por aí, Rio, Salvador...
curtindo os belos ares do Brasil
e certamente levarão para sempre em seus corações estas noites
brasileiras. Definitivamente o nosso país está na moda e o mundo
já está consciente da beleza e de nossa capacidade de realizar
belos encontros como estes inesquecíveis de agora.

15.2.06

Pesquisas

Pesquisa:
Ato ou efeito de pesquisar - investigação e estudo minunciosos, com fim de descobrir fatos relativos a um campo do conhecimento.
Dic.Aurélio


Precisos ou imprecisos, tendenciosos ou não, os institutos de pesquisas
sempre acertam seus prognósticos e norteiam os rumos das eleições.
Recentemente sinalizaram em pesquisa realizada
que o presidente Lula, candidato natural do PT a reeleição,
atingiu 10 pontos acima de seu mais forte concorrente, José Serra,
no embate direto para as próximas eleições 'a Presidência da
República de 2006.
Isso levou o senador Artur Virgílio, líder da oposição(PSDB),
a desabafos alterados e irracionais
acusando o instituto de vendido e insinuando
ser números forjados.
Os mesmos institutos quando deram os números
favoráveis ao José Serra em pesquisa anterior,
recebeu elogios do senador que emendou prognosticando
e decretando a inevitável derrota do LULA nas próximas eleições.
Quer dizer, as pesquisas só valem para este senador e líder do PSDB,
se lhes são fovoráveis?
Será que os métodos e tratados que permeiam a política nacional
só são válidos para ele se forem favoráveis aos candidatos do seu partido?
Por estas e por outras é que pergunto:
Até quando teremos que conviver com a mediocridade
e a hipocrisia destes passageiros ocupantes do poder?

10.2.06

Religar

Religar
Desatar os nós do cansaço
Por os pés no chão da terra
Desarmar a alma e o sentimento
Desfazer os maus laços
Reencontrar o Amor no seu tempo:
O Amor próprio
O Amor ao outro
O Amor a Vida.

Religar
Conectar-se ao silêncio
Observar o lento passar das horas
Deixar a vida nos levar sem atropelos
Redescobrir o tato, o prazer, o zelo...
Voltar a sentir melhor o cheiro
Da água, do ar, do corpo, da floresta, de nós dois...

Religar
Reaprender a contemplar
O simples, o óbvio, o vôo do pássaro, o mar, a montanha...
Valorizar o ócio criativo e sua beleza
Sentir-se vivo e atento ao movimento do dia
Fugir da marcação do tempo e abraçar com alegria
e sobretudo acreditar que no simples
está o eterno, o valor real da vida.

Religar
Redescobrir ou descobrir pela primeira vez a Deus
Abominar os desvaneios ateus
Caminhar com fé e esperança
Pois viver é estar atento 'as mudanças para crescer
E preparar o coração para positivamente recebê-las.

Religar
É entender, saber dar e receber o valor de DEUS.

6.2.06

A Obra de Adélia Prado

A obra desta extraordinária escritora mineira de Divinópolis, nossa querida "Dona Doida", é imprescindível para elucidar 'as mulheres sobre o universo da relações modernas, hedonistas, do "tudo aqui e agora ao mesmo tempo", que cuidam excessivamente do corpo e da estética e esquecem da importância de melhor cuidar da alma. É importante lembrá-las que estando bem da alma, todo o organismo responderá positivamente e a beleza estará explicitada em cada forma, cada fala, cada gesto. Ler Adélia Prado, é um revitalizar das forças e dos sentimentos, é vasculhar todo o processo de nossa formação familiar, relacionamentos, paixões, conflitos... É entrar definitivamente dentro de nós mesmos e entender que podemos reconstruir melhor nossas vidas.
Leiam qualquer título de nossa querida Adélia Prado e certamente os próximos dias de suas vidas ganharão novo sentido de verdade e vida.

26.1.06

Revisisitando Fortaleza

Estive lá, revisitei a minha Fortaleza,
tinha que ser em janeiro, onde tudo é livre e descompromissado.
Férias, absolutamente férias!
E eu em Fortaleza após 10 anos de ausência.
Revi suas praias, praças, monumentos, bares, e sua boa gente.
Revi a sua bela Catedral, seu Mercado Central, suas estreitas ruas centrais...
Revi seu artesanato, comi castanhas de cajú, bebi cajuína e Ypioca,
Comi sua deliciosa tapioca em pleno shopping Iguatemi.
É...tapioca em praça de shopping
e degustada por gringos do mundo inteiro, viva a tapioca!
Revi a lua cheia em Fortaleza, flutuando no seu céu claro de estrêlas,
refletida no imenso verde mar aberto do meu Ceará.
Revi um pouco da história do Forte que deu origem a cidade,
de Bárbara de Alencar, seu tormento e dor.
Revi seu povo simples das ruas Guilherme Rocha,
Liberato Barroso, Pedro Pereira,
Praça dos Leões, Praça do Ferreira
e todo o seu antigo centro, já meio descuidado,
mas vivo e pulsante.
Presenciei o Maracatu Rei de Paus em manisfestação espontânea
em frente ao teatro José de Alencar,
como se fosse um presente ao humilde filho, há tempos ausente.
Revi a minha querida Fortaleza,
me banhei no mar azul do Porto das Dunas;
tomei água de coco, provei seriguela,
tomei cerveja gelada, com um saboroso Pargo com Baião de Dois no Beach Park
e me diverti nas noites de forró do Pirata e tantas outras
opções de diversão que a cidade oferece.
Revi Fortaleza e reforcei meus laços com parentes,
fiz novas amizades e trouxe uma saudade sincera
e a certeza de que em breve, muito breve voltarei.

24.1.06

PATATIVA DO ASSARÉ

Antônio Gonçalves da Silva, nasceu a 05/03/1909 na serra de Santana, numa pequena propriedade rural, no município de Assaré no sul do Ceará.
É o segundo filho de Pedro Gonçalves da Silva e Maria Pereira da Silva. Casado com D. Belinha com quem teve nove filhos. Publicou " Inspiração Nordestina" em 1956. " Cantos de Patativa" em 1966. Em 1970, Figueiredo Filho publicou seus poemas comentados "Patativa do Assaré". São inúmeros os folhetos de cordel de sua autoria, bem como poemas publicados em revistas e jornais.
Raimundo Fagner, cantor e compositor cearense, musicou um de seus belos poemas " Vaca Estrela e Boi Fubá"que se tornou um clássico do cancioneiro popular no Brasil.
Por muito tempo na cadeira de literatura popular universal da Universidade de Soborne, sua literatura foi motivo de estudo. Faleceu em 08 de junho de 2002, em Assaré-CE. Cidade que lhe serviu de berço e lhe emprestou o nome.
No passeio do Centro Cultural Dragão do Mar, em Fortaleza, há uma estátua em bronze, em tamanho natural. Uma justa homenagem a este gênio da poesia nordestina, cuja a obra o mundo reverencia.

Um pequeno trecho de uma obra sua de CORDEL:

Na vida o que eu não espero
gosta de me aparecer.
Vejo sempre o que não quero
em vez do que eu quero ver.

Acho melhor ser amado
sem possuir um vintém.
Do que ser muito abastado
sem ninguém me querer bem.

O mundo está sempre cheio
de prepotentes sujeitos,
que olhando o defeito alheio,
se esquece dos seus defeitos.

Dois furões de maribondo,
teus olhos tenho julgado,
mas não corro e nem me escondo
eu quero é ser ferroado.